Plataforma criada por alunas do IFSC concorre a prêmio internacional
voltar
Seg, 20 de Março de 2017 05:04

"Fastibular"

Saber lidar com o tempo no vestibular é um problema para muitos estudantes. Cientes desse fato, Carolina Campos e Laís Brazaca, doutorandas do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), e os estudantes de graduação do curso de Engenharia Aeronáutica da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP), Kayo Adonnay, Rafael Lima e Isabella Beninca, resolveram criar uma plataforma para trazer uma solução ao problema.

FastibularBatizado como Fastibular, o projeto encabeçado pelos alunos visa à criação de uma plataforma que trará diversas provas de vestibulares como da FUVEST e do ENEM para os alunos resolverem. Ao terminar o simulado, os alunos receberão uma avaliação, na qual constará o desempenho de tempo em cada uma das disciplinas. "Damos um feedback que traz, entre outras coisas, quanto tempo eles demoraram para fazer cada questão, cada disciplina, além de darmos dicas de como eles poderão melhorar e sobretudo lidar com o tempo para resolução das questões", explica Carolina.

A ideia dos alunos de trazer um retorno focado no tempo, e não nos conhecimentos dos alunos, é o diferencial do Fastibular. "Ao pesquisarmos plataformas desse tipo, ou seja, voltadas ao vestibular, percebemos que todas elas são focadas em dar um retorno ao aluno em relação aos conhecimentos dos mesmos, e não ao tempo que eles levam para fazer as provas", conta Laís. "Mesmo os chamados coaches, que são pessoas contratadas para auxiliar no planejamento de estudo dos vestibulandos, não trabalham com esse foco".

Por ora, o retorno aos alunos é feito manualmente, mas Carolina diz que um dos próximos passos do projeto é criar um algoritmo que dê esse retorno automaticamente. Ela comenta que o grupo está em busca de alunos com experiência em programação para desenvolver a plataforma online (clique aqui para saber mais ). "Também estamos trabalhando com uma possibilidade que identifica sentimentos do aluno, como nervosismo, angústia etc., para trazer uma resposta ainda mais completa aos usuários".

Embora a plataforma ainda não tenha sido disponibilizada ao público, Carolina diz que o retorno de cursinhos pré-vestibulares já foi positivo. "Nossos clientes serão os cursinhos, enquanto os alunos serão os usuários. Apresentamos a ideia a diversos alunos de cursinhos da cidade, e todos afirmaram que utilizariam a plataforma", diz. "Queremos apresentar o produto em um preço acessível, para que a plataforma seja utilizada por todos eles".

Ideia premiada

Carol_e_Lhais-_FastibularO Fastibular foi apresentado na competição Sua Ideia Na Prática (SINP) e foi um dos ganhadores da etapa regional da competição. Em janeiro deste ano, o projeto foi novamente apresentado, e mais uma vez foi vencedor. Com essa vitória, o time foi selecionado para entrar nas quartas de final da competição International Business Model Competition (IBMC) que ocorrerá nos Estados Unidos em maio deste ano. "O SINP é a 'porta de entrada' para esta competição mundial, e por ter participado dela, fomos direcionados à etapa internacional. Ao entrar na IBMC ganhamos US$ 2 mil, e usaremos esse dinheiro para ir competir nos EUA", comemora Laís.

Já estando nas quartas de final do IBMC, Laís e Carolina estão empolgadas, mas ao mesmo tempo cientes de que competirão com outros projetos relevantes. "A plataforma ainda não foi completamente desenvolvida, pois ainda estamos na fase de validação e testes. Não teremos a plataforma completa até maio, mas a base dela poderá ser apresentada, e estará muito bem consolidada".

Laís afirma que, mesmo que o projeto ainda não tenha sido concluído, o aprendizado já foi grande, especialmente no que se refere à parte do empreendedorismo. Em relação às expectativas para a etapa mundial, ela afirma que a equipe do Fastibular tem se esforçado bastante para ter chance de ganhar o prêmio. Se depender da torcida do IFSC, a vitória dos alunos é só uma questão de... tempo.

Imagem: Carolina (à esq.) e Laís

Assessoria de Comunicação- IFSC/USP